quinta-feira, 26 de maio de 2011

Palácio da Cultura encerra para obras


O palácio da Cultura Ildo Lobo, Praia, encerra no final de Maio para obras. A próxima sede da Direcção-geral do Património Cultural, o espaço irá interromper a sua programação até ao dia 1 de Julho, data em que está programado o término da remodelação. A chegada da DGPC vai implicar a saída de algumas das actividades artísticas para outros espaços da cidade
Centrando-se em questões prioritárias – renovação das canalizações, impermeabilização do espaço e posterior pintura -, esta obra é parte de um projecto mais amplo que já foi delineado em conjunto com o Instituto de Investigação e do Património Culturais, almejando uma intervenção a fundo no espaço.
Não obstante, as leis de salvaguarda do património construído obrigam a que essa reconstrução seja reversível, ou seja, que tudo o que se venha a edificar possa ser posteriormente removido, não agindo directamente sobre a parte estrutural do edifício.
Débora Sanches, directora de Artes e Propriedade Intelectual, afirma que este projecto “procura optimizar o Palácio da Cultura, tornando-o mais funcional”. Refere também que a chegada da DGPC irá implicar algumas mudanças naquilo que foi até agora o seu funcionamento normal e na relação que mantém com as demais associações parceiras e utiilizadores no geral.
A redução do espaço disponível para a prossecução das várias iniciativas culturais irá obrigar à procura de espaços alternativos na cidade, conduzindo a uma descentralização da “cultura” que até aqui convergia para o Palácio Ildo Lobo.
fonte: http://www.asemana.publ.cv/

0 comentários:

Enviar um comentário