quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Abu Dhabi cancela contrato de construção de novo Guggenheim



A empresa Tourism Development and Investment Co (TDIC), detida pelo governo de Abu Dhabi, anunciou ontem o cancelamento do contrato de construção do novo museu Guggenheim, nos Emirados Árabes Unidos, desenhado por Frank Gehry. As obras vão parar temporariamente, voltando a adiar a inauguração do museu.
Em comunicado, a empresa governamental explica que todos os contratos com as construtoras estão suspensos, alegando uma revisão geral na estratégia e planeamento do trabalho, desde os orçamentos até à contratação de pessoal. Por saber ficou, para já, quando é que as obras serão retomadas.
(…)
No entanto, este é mais um episódio que assombra a construção do Guggenheim de Abu Dhabi, na ilha Saadiyat, ou, como é muitas vezes apelidada, “A Ilha da Felicidade”, que abrigará ainda uma filial do Museu do Louvre, do Zayed National Museum e ainda um campus da Universidade de Nova Iorque.
Em Março deste ano, um grupo de artistas, curadores e escritores ameaçaram boicotar o museu, lançando uma petição online que apelava à comunidade artística para não vender, nem ceder obras de arte para o Guggenheim, com o objectivo de alertar para as más condições em que os operários estavam a trabalhar na construção. Recentemente, também se falou que os arquitectos envolvidos no projecto queriam abandonar o cargo, por não estarem a receber o ordenado.
Fonte: Público, 24.10.2011
e pportodosmuseus

0 comentários:

Enviar um comentário