quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Unesco reafirma valor de arquivos e da preservação da memória do mundo


A Unesco lançou um alerta, sobre a perda de inúmeros documentos raros desde a invenção da imagem e de tecnologias de som.
Segundo a agência da ONU, é preciso dedicar mais atenção ao armazenamento seguro de sons, imagens e vídeos para as futuras gerações.
Para marcar a data, as Nações Unidas realizaram em sua sede, em Nova York, três visitas guiadas ao acervo da casa.
São cerca de 800 mil fotos, imagens de vídeo e aúdio, documentos de momentos históricos que contaram com estrelas de Hollywood, que na época desempenhavam o papel de embaixadores da Boa Vontade, segundo a Rádio ONU que cita o chefe da Unidade de Multimídia, Antônio Carlos Silva.
“Audrey Hepburn, Gregory Peck, pessoas importantes de Estados-membros que estiveram aqui e decidiram apresentar um programa de rádio. Estes itens que chamamos Clássicos da Rádio ONU eram programas especiais, narrados, produzidos, e até co-produzidos com pessoas importantes da época.”
Além dos eventos em Nova York, várias cerimónias, das Américas à Ásia, marcaram o Dia Mundial da Herança Audiovisual.
Já na sede da Unesco, em Paris, uma série de curtas baseada em histórias de mulheres foi exibida para o público.
O acervo das Nações Unidas inclui 80 mil horas de áudio gravadas em 70 mil fitas e discos, mais de 37 mil horas de filmes entre outros arquivos.
fonte: Nhaterra

0 comentários:

Enviar um comentário