sábado, 17 de dezembro de 2011

Morreu a nossa figura maior da visibilidade no mundo



Depois de vários rodopios, a nave da morte, definitivamente, amarou no Porto Grande do Mindelo levando a nossa Maior figura identitária.
Os blues-man do Porto Grande choram, sofredoramente, o porquê da tamanha perda; o porquê do passamento da voz da nossa memória colectiva…
A voz de uma Pessoa Maior, simples e profunda…
A pessoa que era a advogada da nossa justiça no mundo…
A irmandade da multiculturalidade, na sua forma simples e autêntica…
A Cize era a Voz-Figura de um tempo-espaço Maior
De um lugar que corporiza vários lugares e várias almas.
Ela era o sentido da modéstia e da simplicidade inspiradora.
Ela forjou o nosso corpo e a nossa bandeira com simplicidade e mestria
A voz da diplomacia cimentada na plasticidade da nossa Música Universal 

0 comentários:

Enviar um comentário